sábado, 22 de dezembro de 2018

Nissan IMQ e IMS podem ingressar no portfólio EV da montadora mjunto com o IMX



O conceito Nissan IMX, apresentado no Salão Automóvel de Tóquio de 2017, representa a futura visão da Nissan para um crossover eléctrico a bateria.

A Nissan indicou que vai colocar a IMX (ou IMx) em produção em um par de anos - provavelmente em meados de 2020 ou em 2021. Está começando a parecer duvidoso se a IMX será a única 'IM'  no lineup futuro da Nissan, emboraAutoGuide.com possa relatar exclusivamente que a montadora também registrou a marca dois nomes mais 'IM' com o Escritório Europeu de Propriedade Intelectual: IMQ e IMS. Os registros foram feitos em 10 de dezembro e são destinados ao uso em automóveis.

Esses registros podem indicar que a Nissan possui mais veículos conceituais elétricos no caminho. Também é possível que o nome do IMX não passe do estágio de conceito e que o IMQ ou o IMS seja o nome aplicado à versão de produção do crossover elétrico.

O 'IM' em 'IMX' representa a 'Mobilidade Inteligente' e o IMX foi um crossover de tração integral, por isso é fácil ver como Nissan chegou a esse nome. Usando essa lógica, parece possível que o 'S' em 'IMS' signifique 'esporte', mas estamos confusos em relação ao 'IMQ'.