sábado, 29 de dezembro de 2018

Escândalo da Nissan pode mudar regras de governança no Japão



Com o processo contra Carlos Ghosn e Nissan ainda em andamento, e com poucos sinais de que termine brevemente, no Japão começa-se a discutir mudanças de regras de governança corporativa, como forma de evitar novos problemas.

Entre as medidas, fala-se na obrigatoriedade das empresas utilizarem diretores externos em seu Board, tanto para empresas listadas como para as não listadas na bolsa de valores. Em adição a isto, as empresas passariam a ser obrigadas a divulgar a remuneração do board das empresas.