quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

TÓQUIO (Jiji Press) - A Agência de Negócios de Consumidor Cancelado disse quarta-feira que emitiu uma ordem para Nissan Motor Co. para pagar multas por vender minivehicles fornecidos pela Mitsubishi Motors Corp, Com sua eficiência de combustível mascarada.

O pedido foi cancelado na sexta-feira. É a primeira vez que a agência cancela tal pedido.

A Nissan apresentou uma queixa a um painel do Ministério de Assuntos Internos, pedindo uma revisão do pedido. Depois de um exame, o painel no final de outubro pediu a retirada do pedido e a agência aceitou o aviso, segundo fontes bem informadas.

O painel e a agência decidiram que a Nissan teria negligenciado a verificação de irregularidades pela Mitsubishi, disseram as fontes.

Em janeiro de 2017, a agência ordenou Mitsubishi que pagar alguma ¥ 480 milhões, no final, alegando que a montadora tinha esse dados de economia de combustível do veículo manipulados e exagerada quilometragem principalmente em catálogos em violação da lei contra declarações enganosas.

As multas contra os infratores da lei foram introduzidas em abril de 2016. A ordem emitida para a Mitsubishi foi a primeira aplicação do sistema de multas.

Em junho de 2017, a agência também condenou a Nissan a pagar ¥ 3.170.000 no final, acusando a empresa de ter deixado de realizar controles suficientes sobre a eficiência de combustível de minivehicles ele fornecidas à Nissan.

Alegando que a violação da lei resultou da fraude da Mitsubishi, a Nissan recorreu da decisão e pediu uma revisão pelo painel.