sábado, 31 de julho de 2021

Nissan publica Relatório de Sustentabilidade 2021

 


YOKOHAMA, Japão - A Nissan Motor Co., Ltd. divulgou hoje seu Relatório de Sustentabilidade 2021. O relatório, publicado anualmente, resume a abordagem da empresa e as atividades relacionadas à sustentabilidade.


O Relatório de Sustentabilidade 2021 fornece informações detalhadas relacionadas às seguintes áreas: meio ambiente, segurança no trânsito, diversidade e inclusão, qualidade, cadeia de suprimentos, funcionários, engajamento da comunidade e governança corporativa e compliance.


A Nissan publica um relatório de sustentabilidade desde 2004 para aumentar a transparência de suas atividades comerciais. Ao disponibilizar as informações publicamente, a Nissan pretende usar o feedback externo para melhorar e contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade sustentável. Coincidindo com a publicação do relatório deste ano, a Nissan co-organizou um seminário público online para aumentar ainda mais a transparência e a discussão sobre o tema da sustentabilidade.


A Nissan há muito posiciona a sustentabilidade no centro de suas operações de negócios e em 2018 anunciou uma nova estratégia de sustentabilidade, Nissan Sustainability 2022. A estratégia descreve o compromisso da Nissan com os critérios ambientais, sociais e de governança (ESG). Por meio de seu plano de ação ambiental de médio prazo, Nissan Green Program 2022, a Nissan também está abordando as mudanças climáticas, a dependência de recursos, a qualidade do ar e a escassez de água.


O presidente e diretor executivo da Nissan, Makoto Uchida, disse: "Os produtos, tecnologias e serviços que a Nissan fornece alcançam as pessoas em todo o mundo e estamos conectados à sociedade de várias maneiras. Esperamos que abordemos as questões ambientais e sociais, como alcançar neutralidade de carbono em nossas operações, preservando os recursos naturais e trabalhando para proteger os direitos humanos das pessoas conectadas à nossa cadeia de abastecimento. Por meio da inovação e de atividades comerciais sólidas, a Nissan continuará a responder fornecendo produtos e tecnologias que enriquecem a vida das pessoas, visando, assim, fornecer soluções e contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade sustentável. ”


Sob seu objetivo corporativo de “impulsionar a inovação para enriquecer a vida das pessoas”, a Nissan continuará a contribuir para a construção de uma sociedade mais limpa, segura e inclusiva como parte de seus esforços para desenvolver uma sociedade sustentável.

 

Links:

Nissan quer aumentar sua proporção de mulheres gerentes no Japão para 13% até 2023, ante cerca de 10% neste ano.

A vice-presidente executiva da Nissan, Asako Hoshino, se destaca como a mulher mais graduada entre os executivos promovidos internamente na indústria automotiva japonesa.

 

A Nissan Motor Co. pretende aumentar a porcentagem de mulheres na gestão até 2023 para um nível que se destaque na indústria automobilística do Japão, dominada por homens, embora seu diretor de sustentabilidade afirme que ainda há muito mais espaço para melhorias.


A montadora japonesa disse na sexta-feira que está tentando aumentar sua proporção de mulheres gerentes no Japão para 13 por cento até 2023, ante cerca de 10 por cento neste ano. Globalmente, a empresa sediada em Yokohama tem como alvo 16% de mulheres gerentes no mesmo ano.


Esses números podem parecer pequenos, mas eles estão na extremidade ambiciosa da escala no Japão. Apesar da pressão do governo japonês para aumentar o número de trabalhadoras e mulheres na gestão para 30 por cento até 2020, no ano passado, menos de 8 por cento dos cargos de gestão eram ocupados por mulheres.


A diferença é ainda maior quando se trata da indústria automotiva conservadora e amplamente dominada por homens do Japão. Entre os fabricantes japoneses com 1.000 ou mais funcionários, cerca de 4,7% dos gerentes são mulheres, de acordo com o ministério do trabalho do país. Em 2018, as mulheres representavam menos de 2 por cento dos gerentes nas montadoras japonesas Toyota Motor Corp. e Honda Motor Co.

A Nissan, que credita sua aliança com a francesa Renault SA por ajudar a reforçar sua diversidade, começou a promover a igualdade de gênero em 2004, cerca de uma década antes de seus rivais. Hoje, a vice-presidente executiva da Nissan, Asako Hoshino, se destaca como a mulher mais graduada entre os executivos promovidos internamente na indústria automotiva japonesa.


Ainda assim, o Diretor de Sustentabilidade da Nissan, Joji Tagawa, disse que não está satisfeito: “Se a meta para 2023 é ousada e forte o suficiente? Ainda não ”, disse ele em uma entrevista coletiva na sexta-feira.


Na verdade, as metas da Nissan são baixas em comparação com os padrões internacionais. Globalmente, a porcentagem de mulheres em cargos de alta gerência aumentou para 29% em 2020, de acordo com a Catalyst, uma organização sem fins lucrativos que monitora mulheres nos negócios. Apenas dois dos 12 membros do conselho da Nissan são mulheres.

“Nosso objetivo é eliminar a desigualdade e a discriminação. Temos muito espaço para melhorias ”, disse Tagawa.


A Nissan tem uma série de sistemas de apoio às mulheres trabalhadoras, incluindo creches em sua sede e vários outros locais no Japão, bem como políticas que acomodam atividades como a coleta de crianças, de acordo com uma porta-voz da Nissan.


“Não se trata apenas de atingir alvos”, disse Tagawa. Apesar de representar uma pequena parte dos executivos automotivos em todo o mundo, pesquisas recentes mostram que as mulheres influenciam mais de 85 por cento de todas as compras de automóveis em mercados como os EUA.


“Mães, esposas e filhas informam as decisões de compra de carros”, disse Tagawa. Aumentar a diversidade gerencial “vai melhorar o valor da marca Nissan”, disse ele.





sexta-feira, 30 de julho de 2021

2021 Nissan Versa

 



2021 Versa – Most Satisfying Subcompact Car
Similar to the Sentra’s accolades, owners rank the Versa equal to or higher than competition in 33 of the 36 attributes measured. Subcompact sedans don’t have to look bland or scale back on creature comforts, as Versa owners are particularly satisfied with its exterior styling and proportions, driver’s seat visibility, interior design, front seat comfort, passenger roominess, high fuel economy, along with both handling and braking. From sleek styling to a generous amount of standard equipment, Versa owners are quite happy with the budget-friendly price they paid for.

AutoPacific

2021 Nissan Sentra


 2021 Sentra – Most Satisfying Compact Car

Sentra is a slick, well-executed product and its base of owners impressively rank it equally or more satisfying in all 36 surveyed attributes. Of the highest marks of praise, Sentra owners appreciate its sharp exterior styling and available color palette, straightforward and modern cabin, passenger roominess, driver’s seat visibility, stellar fuel economy, braking, ride and handling, and power and acceleration.

AutoPacific



2021 Nissan Armada

 



2021 Armada – Most Satisfying Large SUV
Nissan's full-size Armada wins over the hearts of its owners and was christened the most satisfying Large SUV for the third year in a row. Even amid the present competition of other grand three-row SUVs, Armada owners rate their SUV at or near the top in 29 of the 36 measured attributes.

AutoPacific

Nissan Rogue 2021

 


AutoPacific commentaries:

2021 Rogue – Most Satisfying Mid-Size Crossover SUV
Rogue remains one of the segment's best sellers and has proven to be the exact hit the Nissan brand has banked on for success in the U.S. market. Instead of betting on individual attributes to pull in satisfied buyers, the Rogue delivers a wide range of satisfying features from its roomy cabin and cavernous cargo area, to sharp looks, available all-wheel drive, and standard safety tech.

 


quinta-feira, 29 de julho de 2021

Qual é a abordagem da Nissan para garantir a segurança em seus veículos?

 



AMÉRICA LATINA - A Nissan busca transformar a maneira como os veículos são dirigidos, movidos e integrados à sociedade, incorporando tecnologias inteligentes em seus produtos para levar as pessoas a um futuro melhor.


A cada 24 segundos, uma pessoa no mundo perde a vida em acidentes de trânsito. Esses dados alarmantes fornecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), nos fazem refletir sobre a importância dos motoristas respeitarem os limites de velocidade de cada percurso, bem como a sinalização e a distância com outros veículos, além de cada um dos alertas rodoviários que pode ocorrer. Nesta linha, e de forma a proporcionar uma condução tranquila e sem surpresas, a Nissan desenvolveu um conjunto de ferramentas de apoio à condução que combina dois conceitos muito importantes: tecnologia e segurança.


A empresa tem um forte compromisso em cumprir sua meta de zero emissões, zero acidentes; Por este motivo, na Nissan Intelligent Mobility, enquadra um conjunto de dispositivos avançados compostos por diferentes tecnologias que monitoram, protegem e respondem automaticamente a situações de risco:


Alerta Inteligente de Trânsito Cruzado Traseiro: sistema de alerta para veículos e objetos até uma distância de 20 metros que cruzam por trás. Sensores monitoram a área e disparam um sinal de alerta quando um veículo se aproxima para evitar uma colisão reversa.

Alerta de Ponto Cego: auxilia o motorista na mudança de faixa, por meio de alertas na detecção de veículos na zona de ponto cego através da lente do espelho retrovisor esquerdo.

Monitor de Visão Periférica Inteligente: por meio de suas quatro câmeras localizadas nos espelhos retrovisores dianteiro, traseiro e lateral, oferece ao motorista uma visão periférica de 360 ​​° do veículo.

Frenagem de Emergência Inteligente: se o sistema detectar risco de colisão com um veículo ou pedestre na frente do veículo, ele alertará o motorista com sinais sonoros e visuais, acionando levemente o freio automático para alertar o motorista para reagir. Se não reagir a tempo, o sistema aplica automaticamente a frenagem de emergência.

Controle Inteligente de Distância: por meio de um radar que monitora a distância e a velocidade do veículo da frente, ajuda o motorista a controlar e manter o espaço entre eles.

As tecnologias da Nissan têm reconhecimento de sinais de trânsito para manter o motorista atualizado com os limites de velocidade mais recentes, detectando-os enquanto dirige.


A Nissan busca constantemente inovar na segurança de seus veículos com o objetivo não só de reduzir os acidentes de trânsito, mas também de conscientizar sobre a importância de uma direção responsável.


Para a marca, a experiência de dirigir um veículo é abrangente. Conectividade, conforto e design fazem parte da filosofia Nissan Intelligent Mobility e colaboram com o indivíduo para que, ao dirigir, possa aproveitar a viagem de forma diferente e estar seguro em todos os momentos. A combinação desses detalhes com o conhecimento do indivíduo torna a direção uma atividade divertida e única.

Sentra Cup Magazine

 


MISSISSAUGA, ON – The second edition of the 2021 Sentra Cup Magazine is out now, featuring highlights from Nissan Sentra Cup's second event of the 2021 season at Circuit Mont-Tremblant, including an exclusive interview with François Dumontier, President of Sports Development Group – ASN, Canada.

With nearly 30 years of experience in Canadian motorsport, Dumontier visited Circuit Mont-Tremblant to discuss the Nissan Sentra Cup and how it continues to bring drivers with a range of experiences from across Canada all together in a one-make series.

The action-packed weekend saw Jesse Lazare take the winning spot in the third and fourth races of the season with Kevin King finishing second. In Saturday's race, Lazare, King, Jesse Webb and Gavin Sanders battled it out fiercely during the 40-minute race – held without a single incident, but Lazare claimed a clear victory ahead of King. Sunday's race saw Lazare finish first, followed by King and then Sanders, however Alexandre Fortin, who finished fifth was promoted to third after Sanders and Webb were penalized for avoidable contact.

Fans can read all the race weekend highlights and the interview with Dumontier in the latest edition of the Nissan Sentra Cup Magazine (attached).

The Circuit Mont-Tremblant race weekend is the second of six events in what is shaping up to be a successful first season of the Nissan Sentra Cup. The next event in the 2021 Nissan Sentra Cup series event will be the Grand Prix de Trois-Rivières in Trois-Rivières, Quebec.


https://canada.nissannews.com/releases/attachment/release-381a255852ce70e812ed279da60f2b9b/ee1be54bc590054b5500e56142197bf7097255b7


Nissan production, sales and exports for June and first half of 2021

 


NIssan Qashqai



YOKOHAMA, Japan – Nissan Motor Co., Ltd. today announced production, sales and export figures for June 2021, and the first half of 2021 (January to June).

1. Production

June 2021

Nissan’s global production in June increased 14.9% from a year earlier.

  • Production in and outside Japan surpassed year-earlier results by 42.5% and 11.9%, respectively.

January– June 2021

Nissan’s global production in the January-June period increased 28.0% from a year earlier.

  • Production in and outside Japan surpassed year-earlier results by 22.5% and 29.0%, respectively.

 

2. Sales

June 2021

Global sales in June increased 0.8% from a year earlier.

  • Sales including minivehicles in Japan decreased 22.6%.
    • Sales of registered vehicles in Japan decreased 3.5%.
    • Minivehicle sales in Japan decreased 43.2%.
  • Sales outside Japan surpassed year-earlier results by 4.1%.

January– June 2021

Global sales in the January-June period increased 21.5% from a year earlier.

  • Sales including minivehicles in Japan surpassed year-earlier results by 6.3%.
    • Sales of registered vehicles in Japan surpassed year-earlier results by 7.6%.
    • Minivehicle sales in Japan surpassed year-earlier results by 4.6%.
  • Sales outside Japan surpassed year-earlier results by 23.8%.

 

3. Exports from Japan

June 2021

Exports from Japan in June surpassed year-earlier results by 108.1%.

January– June 2021

Exports from Japan in the January-June period surpassed year-earlier results by 49.8%.

 


quarta-feira, 28 de julho de 2021

Nissan Patrol: Off-Road Icon Celebrates 70 Years



MELBOURNE – The iconic Nissan Patrol has continued to drive into uncharted territory and become one of the longest running continuous automotive nameplates as it celebrates its 70th anniversary in 2021.

The legendary four-wheel drive has been a mainstay for off-roading enthusiasts, adventurous families and overland tourers since it was first released in 1951, collecting an enviable cabinet of trophies and assisting a number of milestone explorations across the globe along the way.

Australia has played a significant role in the Patrol's heritage, becoming one of the first international markets to sell the rugged off-roader outside of Japan when it arrived locally in 1961 with the introduction of the second-generation G60 Datsun Patrol.

One year later, a Nissan Patrol was the first motorized vehicle to cross the Simpson Desert when geologist Reg Sprigg, his wife Griselda and children Marg and Doug, charted a path over more than 1100 sand dunes.

Since its arrival in Australia, and through five major generational changes, Nissan has sold more than 238,000 Patrols locally.

It has also scored more than 17 major Australian motoring awards from specialist 4x4 publications and mainstream media outlets, chalked-up a record 15 consecutive Australian Off-Road Championships and has been the outright winner of the gruelling Australasian Safari four times.

"The Patrol has been an integral part in the success of Nissan here in Australia and, over the same time, has opened many new pathways for Australians to explore this rugged country thanks to its renowned off-road abilities and dependability," said Adam Paterson, Managing Director of Nissan Motor Company Australia.

"Patrol has been a constant presence for the brand in Australia and even pre-dates the official formation of Nissan Motor Company Australia in 1966.

"We are extremely proud of the role this country has played in the Patrol's storied history, and all of the significant accolades it has achieved locally that have contributed to the Patrol reaching this milestone."

In 2021, the Nissan Patrol is as popular as ever with year-to-date sales up by more than 20 per cent compared to the same period in 2020.

While the current Y62 Patrol is one of the most technically advanced vehicles in its class, equipped with a full suite of Nissan Intelligent Mobility safety features, cutting-edge hydraulically linked suspension, a powerful V8 engine and a spacious and luxurious cabin crammed with modern conveniences, the Patrol's origins are much more humble.

Nissan's first-generation four-wheel drive, the 4W60, was launched in 1951 and featured a 3.7-litre in-line six-cylinder engine that produced 56kW and drove a part-time four-wheel transmission via a four-speed manual gearbox. It was sold exclusively in Japan and adopted the Patrol nameplate when it was updated with the 4W65 model in 1958.

The second-generation G60 arrived in Australia in 1961 as the Datsun Patrol with a modern overhead valve 4.0-litre in-line six-cylinder that generated 92kW and was offered in soft-top, wagon or cab-chassis body styles. It went largely unchanged for almost 20 years until it was replaced by the hugely popular MQ-Series Datsun Patrol in 1980.

The MQ Patrol tapped into the growing popularity for recreational four-wheel drives with more car-like features and handling and introduced the seven-seat wagon concept that the Patrol retains today.

It was available as a short wheelbase Hardtop model with a removable roof while the long wheelbase configuration allowed for a wide range of pick-up, cab-chassis and wagon variants. When launched, it came with a choice of either a 2.8-litre petrol or 3.3-litre diesel six-cylinder engine and was the first Patrol to be offered with an automatic transmission, a three-speed unit that was exclusively available in the range-topping Deluxe Wagon.

The MQ Patrol was also the first model to introduce a turbo-charged diesel engine option in 1984 with addition of the optional SD33T six-cylinder engine producing 81kW of power and 255Nm of torque.

Nissan re-set the benchmark for four-wheel drives in 1987 when the hugely popular GQ Patrol arrived with all-coil-spring suspension that offered an ideal blend of long-travel articulation for off-roading and comfortable on-road dynamics for everyday driving.

It was initially offered with a choice of all-new 4.2-litre petrol or diesel six-cylinder engines with either a five-speed manual or four-speed automatic. The powertrain range was expanded in 1990 with the addition of a 3.0-litre petrol six – a unique version of the iconic RB30 from the Skyline sedan – in entry-level models and again in 1995 with a 2.8-litre turbo diesel.

The fifth-generation GU Patrol launched in 1997 and brought a sleeker, more spacious body as well as significant improvements to chassis, suspension and driveline components that increased overall refinement. It was powered by either an improved version of the 2.8-litre turbo-diesel six, which now featured electronic fuel injection and an intercooler, or a revised 4.2-litre naturally-aspirated six. A turbo charged variant of the big six arrived in 1999, an all-new ZD30 3.0-litre turbo four-cylinder replaced the smaller six in 2000 and the petrol six-cylinder increased its capacity to 4.8-litres in 2001, producing 185kW and 420Nm - making the Patrol the most powerful four-wheel drive in its class.

The GU series is the most popular Patrol model to be sold in Australia, setting record volumes of more than 10,000 units per year between 1998 and 2000. During that time, one in every four Nissan vehicles sold locally was a Patrol and Australia was the largest market in the world for the iconic four-wheel drive.

With the arrival of the high-tech Y62 series in 2014, the Patrol shifted up a gear and took on a more refined character. It was exclusively available as a wagon with a 5.6-litre petrol V8 and focused more intently on its on-road performance than ever before, bringing world-first technologies such as the digital Intelligent Rear View Mirror (introduced in 2017) and a sophisticated fully-independent suspension set-up with Hydraulic Body Motion Control.

Nissan Australia continued to offer a limited range of GU Patrol variants, including cab-chassis workhorse models, up until 2016.

The Y62 Patrol was refreshed in 2020 with a stylish new exterior design and additional safety features, including a comprehensive suite of Nissan Intelligent Mobiliy functions such as Intelligent Emergency Braking, Forward Collision Warning, Active Cruise Control and Intelligent Lane Intervention.

1962 Simpson Desert Crossing

One of the Nissan Patrol's earliest – and most significant – achievements happened in September 1962 when renowned geologist Reg Sprigg, along with his wife Griselda and children Marg and Doug who were aged just 10 and 7 at the time, became the first to cross the Simpson Desert in a motor vehicle.

The family took over 12 days to drive a G60 Patrol from Andado Station in the Northern Territory to Birdsville in Queensland, charting the route that would eventually be known as the French Line – the most popular East-West track across the spectacular 176,500 square kilometre region that contains the world's longest parallel sand dunes.

The Sprigg family recorded an average speed of just 5km/h and often risked their lives when the vehicle, which carried a 200L drum of petrol in the back, became 'beached' on giant outcrops of saltbush and the hot exhaust ignited the dry desert scrub.

Reg Sprigg went on to create Australian energy company Santos and then Beach Petroleum as a result of his outback explorations and established his Arkaroola Station in the Flinders Ranges as a wilderness conservation area which is still in place today and managed by Marg and Doug.

In 2012, Nissan Australia created a re-enactment of the Sprigg's Simpson Desert Crossing with Marg and Doug driving a similar G60 Patrol from Dalhousie Springs to Birdsville. This time, it took them just five days.

Nissan Patrol in Motorsport

An important pillar in the development of the Nissan Patrol's rugged reputation was created from competing in – and winning – some of the world's toughest motorsport events, including the gruelling Dakar Rally and the Australasian Safari.

The Patrol created history in 1987 when Spaniards Miguel Prieto and Ramon Termens finished the 13,000km Paris-Dakar race in ninth position, winning the diesel category of the event.

The iconic Fanta Limon-liveried short wheelbase Patrol was donated to a Spanish car collector after the event where it remained hidden in a basement for 30 years. In 2016, a team of technicians from Nissan's European Technical Centre restored the vehicle to its race-winning glory.

Closer to home, the Patrol has notched up four outright victories in the Australasian Safari, coming home first in 1992 (Reg Owen), 1993 (Ian Swan), 1995 (Doug Manwaring) and 2003 (John Herderics).

But it was in the unmodified division of the Australian Off Road Championship where the Patrol dominated, winning the title for 15 consecutive years between 1983 and 1998 with Griffith rice farmer, 'Legend' Les Siviour, scoring all but one of them.

Award-winning Patrol

Beyond its podium successes, the Nissan Patrol has been acknowledged as the best off-roader by a number of authoritative and independent sources over the last 70 years, collecting a cabinet full of trophies along the way.

It has won no less than 13 individual awards from leading specialist publication 4x4 Australia, including the overall 4x4 Of The Year four times (1987, 1997, 2001 and 2002).

In 2002, it scooped the pool in Australian 4WD Monthly's annual awards, winning 4WD Ute of the Year, Best Heavyweight Ute and Best Diesel 4WD. It chalked-up another three-peat in 2003, winning the Best Diesel Wagon, Best Petrol Wagon and the overall 4WD of the Year.

Most recently, the Y62 Patrol has also received recognition from Drive.com.au as the Best Large SUV in its prestigious 2021 Car of the Year awards.

Patrol in pop culture

The Nissan Patrol has played numerous important roles and assisted countless communities over its 70-year history.

In various guises, it has been a dependable addition to Australian Police, Fire Brigade and Emergency Service fleets, particularly in rural areas that often need to navigate rough terrain.

And it has been an automotive sidekick for a wide range of celebrities, including VFL legend-turned-TV fishing personality, Rex Hunt, four-wheel drive adventure specialist Pat Callinan and conservationist Steve Irwin.

The Patrol became a Guinness World Record holder for the first time in 2013 when it towed the world's heaviest aircraft, a 170-ton Ilyushin-76 cargo plane, for over 50 metres at the Sharjah International Airport in the United Arab Emirates.

In 2015, the Patrol set another Guinness World Record for the fastest ascent of a 100-metre sand dune when it took just 4.9 seconds to climb the famous Wadi-Rum dune in Jordan.

And, in 2018, a group of 180 Nissan Patrols in Dubai set a new Guinness World Record for the largest synchronized car dance when two concentric lines of cars were driven in the opposite direction to create the figure of a flying falcon

Nissan lança programa piloto de Cooperação Técnica com universidades do Sul Fluminense

 



RESENDE – O universo fabril automotivo é bastante complexo e a busca por melhorias e soluções de desafios no processo produtivo é constante. Com o objetivo de realizar uma troca de conhecimento entre o universo acadêmico e o dia a dia da produção de veículos, a Nissan está abrindo as portas de seu Complexo Industrial em Resende, no Sul Fluminense, para os universitários da região.

O projeto piloto de Cooperação Técnica da Nissan com as universidades consiste no mapeamento e estudo de soluções e melhorias para desafios reais da fábrica de Resende com o envolvimento dos universitários, professores e acompanhamento da área de Engenharia Industrial da Nissan.

A primeira instituição participante deste projeto piloto será o Centro Universitário de Barra Mansa (UBM). O projeto escolhido para ser trabalhado por eles foi o estudo de novos equipamentos para melhorar a produtividade das áreas. Para dar início às atividades, os acadêmicos visitaram a fábrica da Nissan para reconhecimento do local.

"Fico muito feliz em ver esse projeto sendo consolidado. Estamos de portas abertas para receber os alunos, que vão perceber que a Nissan produz carros com muita tecnologia e qualidade, elementos que são parte do nosso DNA japonês. Os profissionais da fábrica estão à disposição para escutar as soluções propostas pelos estudantes e para que esses projetos sejam concluídos com sucesso", disse Marco Biancolini, Diretor de Operações do Complexo Industrial da Nissan em Resende.

O Projeto

A Cooperação Técnica tem o prazo de execução de até 24 meses. Serão realizados dois encontros mensais na fábrica da Nissan, cumprindo todos os protocolos de segurança, onde os universitários serão auxiliados pela equipe de Engenharia Industrial e pelos responsáveis de cada área, recebendo toda a assistência necessária para a realização do projeto. Já na universidade, os participantes serão supervisionados por professores do Núcleo de Pesquisa, Inovação e Difusão das Engenharias do UBM (NUPIDE). 

39% dos veículos do mundo são brancos, embora, de acordo com os designers da Nissan, essa tendência esteja mudando

 




TAILÂNDIA - O branco foi a cor de carro mais popular do mundo por mais de uma década, mas o designer por trás do Nissan Kicks e-POWER na Tailândia, Myung-Eun Lee, aponta que isso está mudando. Segundo ela, a cor de um veículo pode dizer muito sobre seu dono. Myung-Eun compartilha suas previsões sobre o futuro das cores dos carros, tendências e suas combinações favoritas abaixo.


P: Neste momento, a criação do seu Nissan Kicks e-POWER já está sendo conduzida pelas ruas da Tailândia, como você se sente?


Myung-Eun: É uma sensação incrível. Meu desejo pessoal para os proprietários de e-POWER do Kicks é que, quando o virem, eles o amem, inspirem e reflitam sobre eles como indivíduos.


P: Como você se tornou um designer de veículos?


Myung-Eun: Meu primeiro trabalho foi como arquiteto de interiores, mas sempre me propus o desafio de mudar para outra área do design; Por isso fiz o mestrado em "Gestão de Design", para alargar os meus horizontes. Posteriormente, consegui um estágio na Nissan como designer de cores, e a experiência de trabalho na Nissan foi tão boa e empolgante que decidi me mudar para o Japão para começar minha carreira como designer de cores automotivas.


P: As novas cores do Nissan Kicks e-POWER são "Sunlight Yellow" e "Night Blue", que combustível ou o que o inspirou?


Myung-Eun: Os nomes dizem bem, "Sunlight Yellow" fornece energia brilhante e vívida, assim como o sol. Enquanto "Night Blue" fornece a bela profundidade do céu noturno; algo interessante é que, com o efeito pérola, em vários ângulos pareciam estrelas no céu.


P: Como as tendências de cores dos veículos estão evoluindo em 2021?


Myung-Eun: Em todas as regiões, incluindo a Tailândia, as cores brancas (além das cores unitárias como cinza e preto) ainda são as mais populares na indústria automotiva. Eles são neutros e elegantes, mas os designers de cores definitivamente percebem mais diversidade nas tendências. Cada vez mais pessoas gostam de escolher cores para seus veículos e estão mais abertas a novas cores. Especialmente para a geração mais jovem, eles podem ser mais ousados ​​e um veículo pode refletir uma pessoa todos os dias, onde quer que você vá. Não se trata de se exibir, mas de ser individual ou memorável.


P: Quais são os principais fatores ao projetar a cor de um veículo?


Myung-Eun: O processo é extremamente detalhado. Um veículo é fascinante porque deve ser confortável, elegante e esportivo, além de poder utilizá-lo o tempo todo por muitos anos. Quando projetamos o Color Material Finish (CMF), primeiro pensamos no conceito que queremos oferecer por meio do produto. Para o Nissan Kicks, o conceito era construir algo moderno, único, compacto e poderoso.


Estudamos cuidadosamente as necessidades e o estilo de vida do cliente. Em seguida, construímos imagens conceituais e, em seguida, criamos a cor e o material para combinar com essas imagens. Isso leva meses de testes e tentativas.


P: Escolha uma cor do Nissan Kicks para você, qual seria e por quê?


Myung-Eun: laranja bicolor com teto preto e interior laranja. Essas combinações de cores mostram uma harmonia perfeita como um todo, tanto por fora quanto por dentro. A laranja é icônica.


P: O que a tendência de carros de dois tons representa para o gosto do cliente?


Myung-Eun: A opção de dois tons dá aos proprietários a oportunidade de personalizar o veículo ao seu gosto, com diversas variações. Também do ponto de vista do estilo de design, uma cor mais escura do tejadilho pode dar ao veículo proporções mais marcantes, que o cliente adora.


P: Como alguém que trabalhou tão de perto no Nissan Kicks e-POWER, como você o descreveria?


Myung-Eun: É compacto e poderoso. O compacto ideal para uma condução na cidade e ao mesmo tempo que emite uma presença muito forte para que, ao experimentar o silêncio, a força e a eficiência do e-POWER, as pessoas se apaixonem.


P: Se você pudesse trazer de volta qualquer veículo Nissan, qual você escolheria?


Myung-Eun: Nissan Figaro da década de 1990, é clássico, mas fofo.


P: Nos próximos cinco anos, que cor de veículo você espera que se torne popular?


Myung-Eun: Minha previsão é que a cor de cobre da carroceria, como o novo Nissan Ariya, se tornará popular no futuro, assim como as cores cromáticas mais brilhantes.

 


 


Nissan volta a apresentar lucratividade

 


TÓQUIO (AP) - A Nissan relatou um lucro de 114,5 bilhões de ienes (US $ 1 bilhão) no trimestre de abril a junho, visto que suas vendas e lucratividade melhoraram, especialmente no mercado dos EUA.


A montadora japonesa diz que espera retornar ao lucro para o ano fiscal até março de 2022, com um lucro de 60 bilhões de ienes (US $ 545 milhões). Anteriormente, ela esperava afundar em um prejuízo anual de 60 bilhões de ienes.


“Apresentamos um forte desempenho nos primeiros três meses de nosso novo ano fiscal”, disse o presidente-executivo da Nissan, Makoto Uchida.


Ele reconheceu que "as incertezas permanecerão em nosso ambiente operacional" nos próximos meses, enquanto a promessa da Nissan estava recuperando "seu brilho".


Os resultados positivos em abril-junho foram uma reversão de uma perda de 285,6 bilhões de ienes no ano anterior.


A Nissan Motor Co. foi atingida por vendas mais fracas e escassez de chips de computador que atingiu as montadoras durante a pandemia.


O fabricante do carro elétrico Leaf e dos modelos de luxo Infiniti também viu sua marca manchada pela prisão em 2018 de seu ex-executivo superstar Carlos Ghosn.


Se realizado, o retorno do lucro da Nissan virá após dois anos consecutivos de tinta vermelha, com uma perda de 449 bilhões de ienes acumulada no último ano fiscal. Isso veio além de uma perda ainda maior de 671 bilhões de ienes no ano anterior.


As vendas trimestrais quase dobraram para 2 trilhões de ienes (US $ 18 bilhões), de 1,2 trilhão de ienes um ano antes.


A Nissan, com sede na cidade portuária de Yokohama, manteve inalterada sua projeção para vendas globais de veículos em 4,4 milhões de veículos, subindo 9% dos 4 milhões de veículos vendidos no último ano fiscal.


Ghosn, enviado pela parceira francesa da aliança Renault em 1999 para liderar uma Nissan quase falida, foi preso sob a acusação de subestimar sua compensação futura e de quebra de confiança ao usar o dinheiro da Nissan para ganhos pessoais.

Ele fugiu para o Líbano, a nação de sua ancestralidade, enquanto estava sob fiança no final de 2019. Ghosn diz que ele é inocente.


Em seu relatório de lucros, a Nissan reiterou suas queixas contra Ghosn, dizendo que ele prejudicou a empresa comprando casas no Líbano e no Brasil, fazendo pagamentos para sua irmã e usando um jato corporativo por motivos pessoais.


Ghosn disse que precisava das casas, da ajuda de sua irmã e da viagem de jato para seu trabalho.


Um americano e seu filho, extraditado dos EUA para o Japão sob a acusação de ajudar na fuga de um criminoso, foram condenados no início deste mês por envolvimento na fuga de Ghosn do Japão.


Michael Taylor foi condenado a dois anos de prisão e seu filho Peter Taylor a um ano e oito meses de prisão.


O ex-executivo da Nissan Greg Kelly, outro americano, está sendo julgado em Tóquio sob a acusação de ajudar Ghosn a subestimar sua remuneração.


Kelly diz que é inocente e testemunhou que estava apenas tentando encontrar maneiras legais de pagar Ghosn depois que Ghosn sofreu um corte de salário em 2010. Foi quando a divulgação de grandes salários de executivos foi exigida no Japão.


Os executivos japoneses geralmente não recebem tanto quanto os americanos. O veredicto de Kelly não é esperado até o próximo ano. Outros funcionários da Nissan sabiam sobre a situação salarial de Ghosn. Mas apenas Kelly foi presa com Ghosn.

terça-feira, 27 de julho de 2021

Z

 





NIssan Patrol comemora 70 anos

 


O icônico Nissan Patrol continuou a dirigir em território desconhecido e se tornou uma das mais antigas placas de identificação automotivas contínuas ao comemorar seu 70º aniversário em 2021.


A lendária tração nas quatro rodas tem sido um pilar para entusiastas de off-road, famílias aventureiras e turistas desde que foi lançada pela primeira vez em 1951, coletando um invejável gabinete de troféus e auxiliando em uma série de explorações históricas em todo o mundo ao longo do caminho.


A Austrália desempenhou um papel significativo na herança da Patrulha, tornando-se um dos primeiros mercados internacionais a vender o off-roader robusto fora do Japão quando chegou localmente em 1961 com a introdução da segunda geração do G60 Datsun Patrol.


Um ano depois, uma patrulha Nissan foi o primeiro veículo motorizado a cruzar o deserto de Simpson quando o geólogo Reg Sprigg, sua esposa Griselda e os filhos Marg e Doug traçaram um caminho ao longo de mais de 1100 dunas de areia.


Desde sua chegada à Austrália, e por meio de cinco grandes mudanças de geração, a Nissan vendeu mais de 238.000 patrulhas localmente.


Ele também recebeu mais de 17 prêmios australianos do automobilismo de publicações especializadas em 4x4 e veículos da mídia principal, contabilizou um recorde de 15 campeonatos off-road australianos consecutivos e foi o vencedor absoluto do esgotante Australasian Safari quatro vezes.


"A Patrulha tem sido parte integrante do sucesso da Nissan aqui na Austrália e, ao mesmo tempo, abriu muitos novos caminhos para os australianos explorarem este país acidentado, graças às suas renomadas habilidades off-road e confiabilidade", disse Adam Paterson , Diretor Executivo da Nissan Motor Company Australia.


"Patrol tem sido uma presença constante para a marca na Austrália e é anterior à formação oficial da Nissan Motor Company Australia em 1966.


"Estamos extremamente orgulhosos do papel que este país desempenhou na história da Patrulha e de todos os elogios significativos que conquistou localmente que contribuíram para que a Patrulha atingisse esse marco."


Em 2021, o Nissan Patrol é tão popular como sempre com as vendas acumuladas até o momento em mais de 20 por cento em comparação com o mesmo período em 2020.


Embora o atual Y62 Patrol seja um dos veículos mais avançados tecnicamente em sua classe, equipado com um conjunto completo de recursos de segurança Nissan Intelligent Mobility, suspensão hidráulica de última geração, um motor V8 potente e uma cabine espaçosa e luxuosa repleta de conveniências modernas , as origens da Patrulha são muito mais humildes.


A primeira geração de tração nas quatro rodas da Nissan, o 4W60, foi lançado em 1951 e apresentava um motor de seis cilindros em linha de 3,7 litros que produzia 56 kW e dirigia uma transmissão nas quatro rodas em tempo parcial por meio de uma caixa manual de quatro velocidades. Foi vendido exclusivamente no Japão e adotou a placa de identificação Patrol quando foi atualizado com o modelo 4W65 em 1958.


A segunda geração do G60 chegou à Austrália em 1961 como o Datsun Patrol com uma moderna válvula suspensa de 4,0 litros de seis cilindros em linha que gerava 92kW e era oferecida nos estilos de capota de lona, ​​vagão ou chassi de cabine. Ele permaneceu praticamente inalterado por quase 20 anos, até que foi substituído pelo popular MQ-Series Datsun Patrol em 1980.


O MQ Patrol aproveitou a popularidade crescente de tração nas quatro rodas recreativas com mais características e dirigibilidade semelhantes às de um carro e introduziu o conceito de vagão de sete lugares que o Patrol mantém até hoje.


Estava disponível como um modelo Hardtop de curta distância entre eixos com um teto removível, enquanto a configuração de longa distância entre eixos permitia uma ampla gama de variantes de pick-up, chassi de cabine e vagão. Quando lançado, ele veio com a opção de um motor a gasolina de 2,8 litros ou a diesel de 3,3 litros de seis cilindros e foi o primeiro Patrol a ser oferecido com uma transmissão automática, uma unidade de três velocidades que estava disponível exclusivamente na faixa. superando Deluxe Wagon.


O MQ Patrol também foi o primeiro modelo a introduzir uma opção de motor diesel turboalimentado em 1984 com a adição do motor opcional SD33T de seis cilindros, produzindo 81 kW de potência e 255 Nm de torque.


A Nissan redefiniu a referência para tração nas quatro rodas em 1987, quando o extremamente popular GQ Patrol chegou com suspensão totalmente helicoidal que oferecia uma mistura ideal de articulação de longo curso para off-road e dinâmica confortável na estrada para a direção diária .


Ele foi inicialmente oferecido com uma escolha de motores a gasolina de 4,2 litros ou diesel de seis cilindros totalmente novos com um manual de cinco velocidades ou automático de quatro velocidades. A gama do trem de força foi ampliada em 1990 com a adição de 3,0 litros a gasolina de seis - uma versão exclusiva do icônico RB30 do sedã Skyline - nos modelos básicos e novamente em 1995 com um turbo diesel de 2,8 litros.

A quinta geração do GU Patrol foi lançada em 1997 e trouxe uma carroceria mais elegante e espaçosa, bem como melhorias significativas no chassi, suspensão e componentes do sistema de transmissão que aumentaram o refinamento geral. Ele era movido por uma versão melhorada do turbo diesel seis de 2,8 litros, que agora apresentava injeção eletrônica de combustível e um intercooler, ou um seis motor de aspiração natural de 4,2 litros revisado. Uma variante turboalimentada dos seis grandes chegou em 1999, um novo ZD30 3.0 turbo de quatro cilindros substituiu o seis menor em 2000 e a gasolina de seis cilindros aumentou sua capacidade para 4,8 litros em 2001, produzindo 185 kW e 420 Nm - fazendo do Patrol a tração nas quatro rodas mais potente de sua classe.


A série GU é o modelo Patrol mais popular a ser vendido na Austrália, estabelecendo volumes recordes de mais de 10.000 unidades por ano entre 1998 e 2000. Durante esse tempo, um em cada quatro veículos Nissan vendidos localmente era um Patrol e a Austrália era o maior mercado mundial para a icônica tração nas quatro rodas.


Com a chegada da série Y62 de alta tecnologia em 2014, o Patrol mudou de marcha e assumiu um caráter mais refinado. Ele estava disponível exclusivamente como um vagão com um V8 a gasolina de 5,6 litros e focado mais intensamente em seu desempenho na estrada do que nunca, trazendo tecnologias pioneiras no mundo, como o espelho retrovisor inteligente digital (lançado em 2017) e um totalmente sofisticado - configuração de suspensão independente com controle de movimento hidráulico da carroceria.


A Nissan Austrália continuou a oferecer uma gama limitada de variantes GU Patrol, incluindo modelos de cabina-chassis de trabalho pesado, até 2016.


O Y62 Patrol foi atualizado em 2020 com um novo design exterior elegante e recursos de segurança adicionais, incluindo um conjunto abrangente de funções Nissan Intelligent Mobiliy, como travagem de emergência inteligente, aviso de colisão frontal, controle de cruzeiro ativo e intervenção inteligente de pista.


Travessia do deserto de Simpson 1962


Uma das primeiras - e mais significativas - conquistas da Patrulha Nissan aconteceu em setembro de 1962, quando o renomado geólogo Reg Sprigg, junto com sua esposa Griselda e os filhos Marg e Doug, que tinham apenas 10 e 7 anos na época, foram os primeiros a cruzar o Simpson Deserto em um veículo motorizado.


A família levou mais de 12 dias para dirigir uma Patrulha G60 da Estação Andado no Território do Norte até Birdsville em Queensland, traçando a rota que viria a ser conhecida como Linha Francesa - a pista Leste-Oeste mais popular na espetacular região de 176.500 quilômetros quadrados que contém as dunas de areia paralelas mais longas do mundo.


A família Sprigg registrou uma velocidade média de apenas 5km / he muitas vezes arriscou suas vidas quando o veículo, que carregava um tambor de gasolina de 200L na traseira, ficou 'encalhado' em afloramentos gigantes de erva-sal e o escapamento quente inflamou o matagal seco do deserto .


Reg Sprigg passou a criar a empresa australiana de energia Santos e depois a Beach Petroleum como resultado de suas explorações no outback e estabeleceu sua estação Arkaroola nas cordilheiras Flinders como uma área de conservação selvagem que ainda existe hoje e é administrada por Marg e Doug.


Em 2012, a Nissan Austrália criou uma reconstituição do Simpson Desert Crossing de Sprigg com Marg e Doug dirigindo uma patrulha G60 semelhante de Dalhousie Springs a Birdsville. Desta vez, levaram apenas cinco dias.


Nissan Patrol no automobilismo


Um pilar importante no desenvolvimento da reputação robusta do Nissan Patrol foi criado a partir da competição - e da vitória - em alguns dos eventos de automobilismo mais difíceis do mundo, incluindo o extenuante Rally Dakar e o Safari Australasian.


A Patrulha fez história em 1987 quando os espanhóis Miguel Prieto e Ramon Termens terminaram os 13.000km Paris-Dakar na nona posição, vencendo a categoria diesel do evento.


O icônico Fanta Limon com distância entre eixos curta Patrol foi doado a um colecionador de carros espanhol após o evento, onde permaneceu escondido em um porão por 30 anos. Em 2016, uma equipa de técnicos do Centro Técnico Europeu da Nissan restaurou o veículo à sua glória vencedora.


Mais perto de casa, a Patrulha conquistou quatro vitórias absolutas no Safari Australasian, voltando para casa pela primeira vez em 1992 (Reg Owen), 1993 (Ian Swan), 1995 (Doug Manwaring) e 2003 (John Herderics).


Mas foi na divisão inalterada do Australian Off Road Championship que a Patrol dominou, ganhando o título por 15 anos consecutivos entre 1983 e 1998 com o produtor de arroz Griffith, 'Legend' Les Siviour, marcando todos menos um deles.


Patrol premiado


Além de seus sucessos no pódio, o Nissan Patrol foi reconhecido como o melhor off-road por várias fontes autorizadas e independentes nos últimos 70 anos, coletando um armário cheio de troféus ao longo do caminho.


Ele ganhou nada menos que 13 prêmios individuais da publicação especializada líder 4x4 Austrália, incluindo o 4x4 geral do ano quatro vezes (1987, 1997, 2001 e 2002).


Em 2002, arrematou o pool na premiação anual Australian 4WD Monthly, ganhando Ute 4WD do ano, Melhor Ute Pesado e Melhor 4WD Diesel. Ele ganhou mais três turfeiras em 2003, ganhando o Melhor Vagão a Diesel, o Melhor Vagão a Gasolina e o 4x4 geral do ano.


Mais recentemente, o Y62 Patrol também recebeu o reconhecimento da Drive.com.au como o Melhor SUV de grande porte em seu prestigioso prêmio 2021 Car of the Year.


Patrol na cultura pop


A Nissan Patrol desempenhou inúmeras funções importantes e auxiliou inúmeras comunidades ao longo de sua história de 70 anos.


Em vários aspectos, tem sido um acréscimo confiável às frotas da Polícia, Bombeiros e Serviços de Emergência australianos, especialmente em áreas rurais que muitas vezes precisam navegar em terrenos acidentados.


E tem sido um ajudante automotivo para uma ampla gama de celebridades, incluindo a lenda do VFL que virou personalidade da pesca na TV, Rex Hunt, o especialista em aventuras com tração nas quatro rodas Pat Callinan e o conservacionista Steve Irwin.


A Patrol alcançou o recorde mundial do Guinness pela primeira vez em 2013, quando rebocou a aeronave mais pesada do mundo, um avião de carga Ilyushin-76 de 170 toneladas, por mais de 50 metros no Aeroporto Internacional de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos.


Em 2015, a Patrulha estabeleceu outro Recorde Mundial do Guinness para a ascensão mais rápida de uma duna de areia de 100 metros quando levou apenas 4,9 segundos para escalar a famosa duna Wadi-Rum na Jordânia.


E, em 2018, um grupo de 180 Nissan Patrols em Dubai estabeleceu um novo Recorde Mundial do Guinness para a maior dança de carro sincronizado quando duas linhas concêntricas de carros foram dirigidas na direção oposta para criar a figura de um falcão voador

NIssan Mexico celebra marca de 15 milhões de motores produzidos

 



O motor 15 milhões foi montado em um Nissan Sentra, um dos carros mais icônicos da marca em todo o mundo


A Fábrica de Motores da Nissan em Aguascalientes foi classificada como uma das três melhores fábricas de motores da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi


Mais de 38 mil toneladas de alumínio, ferro fundido cinzento e 6,5 milhões de horas de trabalho foram necessárias para alcançar a montagem de mais um milhão de motores


 

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Como as corridas de Fórmula E são um teste para o futuro dos EVs

 



A temporada 7 do Campeonato Mundial de Fórmula E, a liga de corrida elétrica de roda aberta sancionada pela FIA, está chegando ao fim após as duas últimas corridas no circuito de rua de Nova York no bairro de Red Hook, no Brooklyn, com apenas corridas em Londres Berlim saiu para determinar quem venceria os campeonatos de pilotos e construtores.


O campeonato deste ano foi especialmente emocionante com todas as equipes usando o carro "Gen 2" pela última vez, resultando em 9 vencedores diferentes em 11 corridas. Entre as equipes que os pilotos representam estão vários grandes fabricantes, incluindo Porsche (POAHY), Mercedes-Benz (DMLRY), Audi (VWAGY), BMW (BMWYY), Nissan (NSANY), DS Automobiles (STLA), Jaguar (TTM), Nio (NIO) e Mahindra (MAHMF).


E embora a emoção seja boa para o automobilismo, essa não é a única razão pela qual grandes fabricantes e marcas gastam pequenas fortunas para competir e patrocinar corridas.


As grandes montadoras estão gastando bilhões para desenvolver e produzir veículos elétricos - veículos que acreditam ser o futuro do transporte. A Volkswagen vai gastar US $ 40 bilhões para desenvolver e construir VEs até 2025, a GM vai gastar US $ 35 bilhões no mesmo período e a Stellantis (anteriormente FCA) vai gastar US $ 35,5 bilhões no mesmo período, pois fecha a lacuna nos gastos com VEs.


E apenas na semana passada, com o E.U. buscando reduzir as emissões de veículos novos para zero a partir de 2035, o ônus recai sobre essas marcas para mostrar aos compradores por que os veículos elétricos podem ser empolgantes ao mesmo tempo em que obtêm insights valiosos e know-how técnico do exigente mundo das corridas de carros de rua.


Corrida como um teste para EVs

“Há uma mudança sísmica em todo o mundo no momento em direção à mobilidade elétrica como uma forma sustentável de mobilidade”, disse Ian James, chefe da equipe da Mercedes EQ Fórmula E, em entrevista ao Yahoo Finance. “O que temos com a Fórmula E não é apenas uma plataforma de marketing que podemos usar para promover o portfólio que vamos desenvolver ao longo dos anos, mas o automobilismo sempre foi para nós um teste - uma oportunidade para expandir os limites da tecnologia. "


Os pilotos também estão cientes das oportunidades e veem isso como uma forma de se manifestarem. “Grandes marcas como a Porsche, elas têm um propósito - usam o campeonato [de Fórmula E] especificamente para representar a tecnologia", disse Andre Lotterer, piloto da TAG Heuer Porsche Fórmula E, em um evento promovendo a corrida na semana passada. "Achei que fosse. também uma oportunidade para mim, pela primeira vez na minha carreira, de enviar uma mensagem mais forte para um futuro melhor e representar a corrida do futuro. "

Na corrida deste fim de semana, entre a qualificação e a corrida real, a Porsche estava dando a clientes selecionados e jornalistas uma amostra desse futuro elétrico com "voltas quentes", ou passeios pelo circuito de corrida com pilotos profissionais no comando do Porsche totalmente elétrico Sedan Taycan. Não eram passeios vagarosos pela pista; esses motoristas profissionais estavam levando os carros ao limite, dando aos passageiros uma noção da velocidade e agilidade desses carros elétricos. A Jaguar e a BWM também estavam dando a seus clientes a "Experiência VIP", com voltas quentes ao redor do circuito com o carro de segurança BMW i8 roadster liderando as voltas.


Portanto, marca, inovação e transferência de tecnologia da equipe de corrida para a divisão de carros de rua e vice-versa, essa parece ser a receita que faz mais sentido para os grandes fabricantes de automóveis da Fórmula E. "O que espero ver nos próximos poucos anos estamos realmente testando esses novos materiais, tecnologias, processos ", diz Ian James da Mercedes. "Tornar os carros o mais eficientes possível, aprender com isso e depois transferir esse aprendizado para os carros de rua", disse ele.

É claro que isso foi repetido pelo rival da Mercedes no campeonato, a Porsche. “Sempre pensamos na transferência de tecnologia entre o automobilismo e os carros de rua; na Porsche, faz parte do nosso DNA. Sempre tentamos estar com o automobilismo um passo à frente e o usamos como um laboratório ”, disse Pascal Zurlinden, diretor de automobilismo de fábrica da Porsche, de um pit lane muito barulhento e agitado.


Para a Porsche, o futuro da eletricidade já chegou, mas ainda há um longo caminho a percorrer. E é isso que a Fórmula E é para a marca - um laboratório em funcionamento, mas também a estrela de carga, se você quiser, para o futuro de onde a eletrificação está se dirigindo.


“O Taycan [veículo elétrico] foi apresentado duas semanas antes da estreia mundial [do carro de corrida de Fórmula E da Porsche]", diz Zurlinden. "Eles foram desenvolvidos um pouco em paralelo, mas o que estamos vendo aqui [com a Fórmula E] é para a próxima geração de carros. "


quinta-feira, 22 de julho de 2021

A Nissan exibe veículos e acessórios ideais para celebrar o Dia Mundial dos Cães

 





Uma das melhores maneiras de se divertir com seus entes queridos é passar um tempo de qualidade e se divertir. Uma parte importante é ter o veículo e os acessórios certos para dar mais emoção e proteção durante cada viagem.


No âmbito do Dia Mundial dos Cães, a Nissan Mexicana celebra a companhia e o amor incondicional que estes companheiros de quatro patas proporcionam e comemora com a sua linha de acessórios disponíveis para o conforto e segurança de todos os ocupantes, incluindo os animais de estimação. Que muitas vezes requerem elementos especiais como espaços amplos, proteção e medidas especiais para transportá-los sem experimentar sensações estressantes.


“Na Nissan reconhecemos a importância dos animais de estimação no quotidiano das famílias a que pertencem, por isso temos acessórios para animais de estimação Nissan March, Versa, Sentra, Altima, X-Trail e Pathfinder, entre outros. Com o objetivo de garantir espaços seguros e, ao mesmo tempo, cuidar do interior de nossos veículos para que cada experiência dentro e fora de casa seja confortável para todos os ocupantes ”, comentou Brenda Rodríguez, Diretora de Pós-Venda da Nissan Mexicana.


Disponíveis na rede de concessionárias Nissan, são seis acessórios diferentes para garantir maior segurança e conforto em cada momento que você conviver com esses amigos peculiares:


Rampa: Funciona como apoio para cães de grande porte, favorecendo sua entrada no veículo com facilidade e sem nenhum esforço. Você pode encontrá-lo disponível para Nissan Kicks, X-Trail, Pathfinder e Urvan.

Barra interna: Delimita o espaço entre a traseira (porta-malas) e a cabine. Desta forma, será evitada a passagem do animal para outras partes do carro. Disponível em Kicks, Altima, X-Trail, Pathfinder e Frontier.

Protetor de assento: Evita que os assentos fiquem impregnados de manchas, sujeira ou acúmulo de cabelos. Ele está disponível para March, Versa, Sentra, Altima, Kicks, X-Trail, Frontier e Pathfinder.

Extensão do cinto de segurança: Proporciona conforto nos seus movimentos sem entrar sob o risco de deixá-lo totalmente livre, o que poderia fazer com que você tivesse vontade de se deslocar de assento em assento. Disponível para Nissan March, Versa, Sentra, Altima, Kicks, X-Trail, Frontier e Pathfinder.

Arnês: Reforça a segurança do cão sem colocar pressão em seu pescoço. Com este sutiã estilo babador, evitar-se-á que em estradas com alguma irregularidade o impacto no seu corpo seja maior ou seja um acidente. Você pode usá-lo no Nissan March, Versa, Sentra, Altima, Kicks, X-Trail, Frontier e Pathfinder.

Divisória do assento: embora sejam inseparáveis, ao dirigir pode ser prejudicial se o animal pular. A divisória - útil principalmente para viagens com raças pequenas - evita que o filhote tenha vontade de passar do banco de trás para o banco da frente em momentos de desespero, o que poderia criar uma distração. Este acessório está disponível para Nissan March, Versa, Sentra, Altima, Kicks, X-Trail, Frontier e Pathfinder.