quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Navio de carga transportando 3.500 carros Nissan em chamas e à deriva no Oceano Pacífico

Cinco marinheiros são dados como mortos depois que um incêndio catastrófico forçou a tripulação a abandonar o navio.


Um imenso cargueiro que transporta milhares de novos carros da marca Nissan permanece em chamas e acidentado em um canto remoto do Oceano Pacífico, depois de um incêndio catastrófico na noite de Ano Novo, segundo a Associated Press. Navios mercantes próximos responderam ao pedido de socorro e resgataram 16 membros da tripulação, enquanto outros cinco marinheiros são considerados mortos.

O desastre está se desdobrando 2.000 milhas a noroeste do Havaí, onde o Sincerity Ace com bandeira do Panamá está listado, lentamente indo para o sudeste, e sob risco de afundar depois que sua tripulação de 21 membros foi forçada a abandonar o navio apenas alguns dias Japão para Honolulu. Autoridades da Guarda Costeira dos EUA no Havaí primeiro receberam notícias sobre um incêndio "significativo" a bordo na manhã de segunda-feira, cuja causa exata ainda não foi determinada.

Com a localização fora do alcance dos helicópteros e dos navios de resgate mais próximos, a Guarda Costeira ativou o sistema de alerta AMVER (Resgate Automático de Auxílio Mútuo de Assistência Mútua) para solicitar assistência de qualquer embarcação particular na área. Embora o Sincerity Ace tivesse saído de uma rota de navegação, cinco navios de carga responderam e conseguiram salvar dezesseis tripulantes. Uma pesquisa aérea envolvendo dois Hercules HC 130 da Guarda Costeira  e um  P-8 Poseidon da Marinha americana também foi lançada para procurar sobreviventes adicionais.

Construído em 2009, o Sincerity Ace de 650 pés está equipado para transportar 6.400 carros. É de propriedade de uma empresa japonesa chamada Shoei Kisen Kaisha, que já despachou salvadores para a cena. Não está claro se eles chegarão ao navio antes de afundar. A empresa também está trabalhando para providenciar transporte para os sobreviventes espalhados para voltar para casa.

A Nissan confirmou à Automotive News que o navio estava transportando cerca de 3.500 de seus veículos, acrescentando que seus pensamentos "estão com os membros da tripulação, bem como a segurança das equipes de resgate". Ainda não se sabe se outras fábricas tinham carros no Sincerity Ace; os portos visitados no Japão em dezembro também são usados pela Honda e pela Subaru.