segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

GNV no Nissan Sentra


GNV no NIssan Sentra - colaboração do usuário flaviosn no fórum do NissanClube



Tenho um Sentra 2014 com GNV quinta geração da marca Saline instalado na oficina GNV Anchieta . Renho uma economia de 65-70% em reais com o uso de GNV. A perca de desempenho é mínima, acredito que menos de 5%. Demorei um bom tempo pra escolher aonde instalar e fiz muita pesquisa sobre o que queria de desempenho para o kit, custos de manutenção, e aonde seria feita a instalação.Segue uma lista de exigências que eu fiz em visitas as oficinas e detalhes que achei importantes colocar aqui 1) faça uma pesquisa no site reclameaqui antes de escolher a oficina. Procure escolher uma oficina com pontuação alta no google, pesquise redes sociais e youtube, facebook para se certificar que qualquer reclamação tenha sido atendida de forma eficaz para os possíveis problemas que clientes enfrentem... 2) escolha uma convertedora que participe e seja homologada no programa da Cómgaz chamado "GNV10". A oficina convertedora deve ter a certificação de excelência de qualidade e certificada e cadastrada com o selo GNV10.No site da Comgaz é possível ver uma lista dessas convertedoras que fazem parte dessa rede e possuem tal certificação. Tal certificação lhe garante que a oficina convertedora usa mão de obra treinada.., equipamentos , ferramentas e o mais importante: kits de GNV homologados pelo inmetro e homologados no Brasil, etc.. . 3) Suspeite de convertedoras que tem oficinas e usam artifícios como uso de obstáculos físicos pra esconder ou dificultar que o cliente veja que visualmente existe uma oficina da concorrência que seja vizinha ( coloque faixas, veículos utilitários que impeçam ou dificultem a visualização da oficina vizinha). Isso é um sinal de mal empreendedorismo e concorrência desleal.Fazer negócio como a instalação de um kit de alto custo como um GNV em uma oficina onde o dono se utiliza de tais técnicas será sinônimo de dor de cabeça no futuro. Todos os detalhes são importantes na hora de tomar sua decisão, inclusive o modo como o dono da oficina lida com a concorrência...
5) Procure oficinas que tenham kits de um mesmo frabicante para a maioria das peças. Aluns kit são montados com péças de vários fabricantes e o resultado pode nçao ser bom. Algumas oficinas trabalham somente com kits italianos e de diversa marcas. No meu caso não soube que marca de kit seria instalada que por incrivel que pareeça depende da disponbilidade do estoquee critérios técnicos de desempenhos. Alguns kit se adaptam melhor acertos fabricantes. isso se deve porque o KIT GNV tem o módulo com uma espécie de programação cominteligencia artificial que por um período de até um mês, dois tenta copia dados da injeção original do carro, seus parametros, limites e vai reescrevendo sua própria programação até alcançarem a perfeição, que será aonde vc não sentirá diferença se o veículo está no gnv ou no etanol, gasolina.. O modulo da injeção nesse período mimetiza a injeção original e adapta seus tempos para o GNV até encontrar o melhor desempenho pro veículo. Algumas marcas de carro ficam melhor com certos kit, e a oficina escolhe o kit baseado nesse critério. Kits italianos tem fama e são mais escolhidos por terem a
melhor programação de sua injeção.

Sobre os cilindros, outra parte importante do kit, no mercado possuem para o Sentra cilindros de 7.5m3(pode se usar dois desse totalizando no arranjo 15m3) , cilindros de 15m3 (mais usados) , 16,5 m3, 18m3( obsoletos por serem de metal e encontrados somente como usados retestados) e 21m3 (esse último mais pesados e que podem exigir molas especiais e ajustes na suspensão). O kit que escolhi possui 16,5m3 e é feito feito de fibra, sendo muito mais leve que cilindros metálicos usados em kits mais antigos ou pesados. Comercialmente existem cilindros maiores par kombis, caminhonetes e pode ser usados combinações com números maiores de cilindros . No caso do Sentra o maior volume que passa em laudos do inmetro e aprovados pelo Detran são os de 21m3 e combinações de cilindros menores.Sobre o que entra de volume no cilindro,saiba que nunca conseguirá utilizar a capacidade máxima do cilindro. O Módulo GNV dos kits cortam o GNV quando tive uma quantidade mínima de GNV que possa oferecer uma pressão positiva de dentro do cilindro para fora do mesmo. Tal pressão positiva é necessária para proteger o cilindro de uma chama reversa que num caso hipotético possa retornar pelas linhas e entraria no cilindro se não houvesse essa pressão mínima. .O volume total do meu cilindro é de 16,5m3. Abasteco entre 13m3, 14m3, e até 15m3 se a temperatura ambiente estiver baixa ( a temperatura e pressão ambiente também interferem no volume que entra no cilindro. Com esse cilindro faz eu rodar em média 215km, 230km com um gasto de R$30-35,00 em média, variando esse alcance com a pressão dos pneus, número de ocupantes e outras variáveis...

Sobre as características de direção, falhas, e defeitos e como usar o GNV. Vou explicar em detalhes o máximo que puder abaixo. O ideal é agendar a instalação do kit com tempo, e deixar o tanque cheio de etanol, e que tenha rodado um volume bom de etanol, tipo uns 100km antes de instalar o kit.Eu vou explicar o porque. A instalação do kit GNV de quinta geração contempla um novo módulo de injeção em paralelo fisicamente e eletrônicamente ao modulo de injeção natural do carro. O Kit GNV após instalado vai buscar informações, parâmetros, testes, tempos de avanço, informação sobre gazes de escapamento, desempenho e eficiência de catalisador, sensores, no módulo original do veículo que se estiver sendo usado com etanol, terá um melhor desempenho, devido o etanol, ter tempos parecidos com o gáz GNV. Se fizer a adaptação com gasolina, no tanque, como eu fiz, te´ra que voltar uns dias depois na oficina depois que a gasolina ter sido trocada por etanol, em sua totalidade e ter sido rodado o suficiente para salvar essas informações no módulo original do veículo para que o modulo GNV possa usa´-las. Se tiver gasolina no tanque, vc pode fazer a conversão para GNV e poderá voltar uns dias depois para que seja feita a programação do módulo GNV para uso com etanol, onde a eficiência do GNV é maior.

Considerações finais: A perda de espaço com o cilindro de GNV no porta malas é mínimo, visto que antes da instalação do kit nunca tinha precisado usar todo o volume do porta malas. Sobre os kits:Pouca informação é encontrada na internet, sobre os kits GNV, marcas, etc.... Mas podem comprar o kit de 5 geração Salini, e kits italianos que são os mais renomados no mercado. A economia é monstruosa e a durabilidade do kit foi perfeita. No aspecto do desempenho a perca é mínima ao ponto de ser imperceptível.
Sobre a economia $$$: Com essa crise de combustíveis, com o meu uso de 230 até 260km por dia, o GNV me fez uma economia real gigantesca, de até 65%. A cada R$35,00 de GNV eu economizo R$65,00 se abastecesse com outro combustível. Defeito de manutenção nenhum. Aumento de manutenção somente a troca de filtro de oléo do GNV, (o GNV tem um filtro n o seu sitema que impede que qualquer oléo entre no motor, oléo esse que se acumule no cilindro vindo do bomba abastecedora. na utilização: O KIT GNV tem memória adaptavel, ela mimetiza o modulo original do carro e reescreve a sua própria programação com esses dados.Nos primeiros tres , quatro dias de uso o carro fica bem quadrado, mas esse é o período que o modulo do GNV está se adaptando ao veículo e é normal e esperado Depois de uma semana, duas, seu carro fica igual ao original, sem trancos, falhas, e o uso do GNV fica imperceptível. Talvez algum mapeamento na oficina seja necessário após uma semana de uso, mas isso é esperado. Sobre o uso tambêm acho importante a recomendação genérica de se ligar por pelo menos cinco minutos o veículo no etanol, e ao desligar também usar por alguns minutos no álcool, para manter a lubrificação dos bicos originais do carro. Fato interessante é que faço trocas de o óleo a cada dez mil kilometros, e nas trocas após o uso de GNV, o óleo saiu tatalmente limpo, e com coloração clara semelhante a original, sem nenhuma coloração no óleo velho que demonstre oxidação do óleo, carbonização. O óleo saiu claro,límpido... inacreditável.Já escutei boatos que o GNV de quinta geração aumenta a vida útil do motor,e vendo a cor do óleo velho , totalmente descarbonizado, eu passei a acreditar nisso.GNV é um combustível limpo, saindo óleo limpo sem carbonização, oxidação o motor estará em operação sem resíduos de carbonização , oxidação , limpo também. Logo durabilidade muito maior.