sábado, 10 de novembro de 2018

Custos crescentes por trás da queda do lucro da Nissan




A montadora japonesa Nissan registrou uma queda nos lucros operacionais nos 6 meses até setembro. As autoridades estão culpando uma combinação de matérias-primas mais caras e um acúmulo de estoque nos EUA.
A Nissan diz que as vendas do grupo caíram 2,1 por cento em ienes do mesmo período do ano passado, para 48,5 bilhões de dólares.
Os lucros operacionais caíram 25,4%, para 1,8 bilhão de dólares. Essa é uma terceira queda consecutiva no meio do ano.
As vendas de carros novos nos EUA caíram quando a montadora trabalhou para limpar o estoque em seu mercado principal.
A Nissan diz que os preços mais altos do aço e outros materiais importantes estão por trás do aumento dos custos de produção.
O diretor financeiro do grupo disse que o atrito comercial atual entre a China e os EUA também é um fator.
Hiroshi Karube disse: "Nestas circunstâncias, questões econômicas imprevisíveis nos EUA significam que a recuperação está nos levando mais do que o esperado, e isso está nos custando mais do que imaginávamos".
Karube diz que espera que os novos modelos revelados no mês passado aumentem as vendas no segundo semestre do ano fiscal de 2018.