quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

O que os norte-americanos estão achando do Nissan Kicks




Lançado em junho de 2018 nos USA, o Nissan Kicks vem tentando lentamente conquistar seu lugar ao sol, no extremamente competitivo mercado norte-americano. Por enquanto, com dados até novembro do ano passado, o Nissan Kicks anda vendendo muito mais unidades no Brasil do que nos USA.

Diferente do que temos no Brasil, o consumidor norte-americano tem muito mais opções: Mazda CX-3, Hyundai Kona, Honda HR-V, Toyota CH-R e Ford Ecosport.

A principal reclamação dos analistas na mídia dos USA tem a ver com o barulho do motor. A combinação de um câmbio CVT e um acabamento anti-ruído insuficiente leva o barulho do motor a níveis que incomodam os usuários do carro, aparentemente fora do padrão que eles estão acostumados, problema bastante agravado quando se precisa de alta rotação do motor.

A suspensão também não está agradando muito, pois transmite bastante as irregularidades da pista de rolamento para o interior do carro (será que as pessoas nunca andaram num Sentra, ou será que a suspensão do Sentra norte-americano é melhor que a do Sentra vendido no Brasil?).

Apesar de muito econômico, o Nissan Kicks dispõe de um tanque de gasolina pequeno, fazendo as visitas ao posto de combustível muito frequente.

O grande mérito reconhecido por todos nos USA, é um carro extremamente barato na categoria, e vem muito bem equipado, inclusive com acessórios de segurança de fazer inveja a carros de categoria superior. E como não podia deixar de ser notado, o espaço interno do carro é muito bom, tanto para passageiros nos bancos traseiros como no porta-malas.