sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

México: vendas de veículos leves caíram 7% em 2018; Nissan continua liderando em market share



A indústria automotiva mexicana registrou seu pior mês de dezembro em quatro anos, com queda de 10,68% nas vendas de veículos leves, fechando um ano em que as vendas caíram 7% em relação a 2017.As vendas do mês passado totalizaram 141.963 unidades, o pior mês de dezembro desde 2014, quando 133.273 veículos foram vendidos, e abaixo dos 158.898 do ano passado, segundo a Associação da Indústria Automobilística Mexicana (AMIA).As vendas de veículos no ano totalizaram 1.421.458, abaixo do valor de 1.530.498 em 2017. O declínio nas vendas começou em junho de 2017, seguido por 18 meses de números consistentemente mais baixos.

Apesar do mau momento, os números de vendas de dezembro foram realmente uma lufada de ar fresco para o mercado doméstico: foi o melhor mês de 2018, com as vendas subindo 6,11% em relação a novembro, de acordo com a AMIA.A Nissan continuou a liderar o mercado com 22% do mercado, embora suas vendas tenham caído 14,4%, para 312.034 unidades. As vendas da General Motors caíram 8,7%, mas a montadora ainda é a segunda colocada no mercado, com 16,6% de participação de mercado.(Em termos de produção, as duas empresas trocaram de lugar depois que os números revelaram que a General Motors liderou a produção entre janeiro e novembro, batendo a Nissan do topo.)A Volkswagen foi a terceira colocada em vendas em 2018 com 196.402 unidades, queda de 16% em relação a 2017.A Toyota, quarta colocada, registrou um aumento de 3,1% nas vendas, enquanto as vendas da KIA cresceram 8,7%, tornando-se o número 5.