sábado, 20 de outubro de 2018

BNDES aprova R$ 6,7 milhões para financiar infraestrutura para elétricos



O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) confirma nesta semana a liberação de R$ 6,7 milhões para financiar dois projetos de desenvolvimento de redes de recarga de veículos elétricos no Brasil. O objetivo é  reforçar a disponibilidade de uma infraestrutura compatível com o potencial desse mercado e superar este que é um dos principais gargalos para o crescimento do segmento no país. “O investimento representa uma oportunidade para ampliação da frota de veículos elétricos no país”, diz o banco em nota.

Os projetos serão tocados por duas unidades da Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial): a CPqD, Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações, e a Certi, Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras. Ambas terão a missão de desenvolver modelos de estações de recarga lenta (8 a 16 horas), semirrápida (2 a 4 horas) e rápida (até 1 hora) que poderão ser instaladas em residências, shoppings, estacionamentos, postos de gasolinas e rodovias.

Apesar de já representar participação importante em mercados desenvolvidos (foram 3 milhões de unidades vendidas em todo o mundo no ano passado), os elétricos ainda têm atuação mínima no Brasil. Na prática, o único carro verdadeiramente elétrico à venda por aqui é o BMW i3, já que os demais eletrificados usam sistemas híbridos. A criação de uma infraestrutura adequada é primordial para o avanço do segmento no país.

Motor1