terça-feira, 3 de julho de 2018

SUVs são 2 a 3 vezes mais mortais em colisões com pedestres



O caso de amor da América com crossovers, pickups e SUVs está a ter consequências devastadoras e não estamos a falar do seu impacto ambiental.
De acordo com uma investigação da Detroit Free Press e da USA Today Network, os SUVs são duas a três vezes mais propensos a matar pedestres do que os carros. Autoridades do governo supostamente sabem disso há anos, mas "pouco fizeram para reduzir mortes ou divulgar o perigo".
O número de mortes de pedestres nos Estados Unidos aumentou 46% desde 2009 e o relatório diz que os SUVs são os grandes responsáveis ​​pelo aumento. Isso está tendo resultados fatais, já que quase 6 mil pedestres foram mortos nos EUA em 2016.
Não é novidade que a maioria das fatalidades ocorre nas grandes cidades. Entre as cidades com população de pelo menos 200.000 habitantes, Detroit foi classificada como a mais mortal, com uma taxa de mortalidade de pedestres de 34,5 pessoas para cada 100.000 habitantes. Outras grandes cidades que ficaram no topo da lista incluem Newark, Miami, Tampa, St. Louis e Phoenix.
Os SUVs não são os únicos culpados, já que muitos dos pedestres que foram mortos, estavam fazendo jaywalking ou tinham álcool em seu sistema, o que poderia prejudicar seu julgamento. Os smartphones também explodiram em popularidade desde 2009 e é provável que vários motoristas e pedestres envolvidos em acidentes fatais tenham se distraído com os dispositivos de alta tecnologia.
Enquanto vários fatores entram em acidentes fatais, a conexão com crossovers e SUVs é bastante clara. Há um debate sobre o número exato, mas a Detroit Free Press diz que houve um aumento de 69% nas mortes de pedestres em veículos individuais envolvendo SUVs entre 2009 e 2016.
A Administração Nacional de Segurança Highway Traffic mencionou uma conexão em um relatório de 2015, que disse: “Cerca de um terço dos pedestres que são feridos estão presos por um SUV ou caminhonete, o que corresponde de perto para o make-up de SUVs e picapes no veículo US frota. No entanto, SUVs e pickups respondem por cerca de 40% das mortes de pedestres, o que sugere que as lesões podem ser mais graves quando sofridas em colisões com esses veículos ”.
O relatório chegou a dizer que uma análise de 12 estudos diferentes mostrou que os pedestres são 2-3 vezes mais propensos a serem mortos quando atingidos por uma picape ou SUV do que quando são atropelados por um carro. Isso levou a agência a propor um novo sistema de classificação para incluir uma pontuação de veículo para segurança de pedestres.
A classificação estava programada para entrar em vigor para o ano modelo de 2019, mas não foi. A NHTSA se recusou a dizer o que causou o atraso, mas algumas montadoras se opõem à nova classificação.
A notícia não é tão ruim, já que várias montadoras oferecem sistemas avançados de assistência ao motorista que podem ajudar a prevenir ou diminuir os acidentes com pedestres. Estes incluem avisos de colisão frontal e sistemas de travagem de emergência autónomos.