quinta-feira, 7 de junho de 2018

Auditoria na Nissan encontra mau uso de estagiários estrangeiros em fábricas no Japão

Nissan probe finds misuse of foreign trainees at plants in Japan 


Uma investigação interna da Nissan Motor Co. descobriu uma má conduta em suas fábricas devido ao emprego de estagiários estrangeiros, inclusive forçando-os a realizar trabalhos não sancionados sob um programa do governo, disse uma autoridade da empresa nesta quarta-feira.
A investigação interna descobriu que 45 estagiários da Indonésia e das Filipinas foram designados para realizar tarefas como pintar, quando deveriam estar aprendendo a moldar pára-choques em fábricas na província de Kanagawa, disse a autoridade.
Cerca de 150 outros estagiários de suas fábricas nas prefeituras de Tochigi e Fukushima também se envolveram em trabalhos não sancionados, disse a autoridade.
A Nissan corrigiu a situação, disse o funcionário.
Uma lei destinada a melhorar a supervisão de empresas que aceitam trabalhadores estrangeiros no programa de trainees entrou em vigor no ano passado.
Casos semelhantes de má conduta também foram encontrados na fábrica da Mitsubishi Motors Corp, na província de Aichi, envolvendo estagiários filipinos.