segunda-feira, 14 de maio de 2018

Os perigos dos botões de partida

Image: public domain

Anos atrás, quando adquiri meu Sentra B16, sistemas como a i-Key eram absoluta novidade no mercado, dar a partida no motor do carro sem ter de inserir uma chave física no contato chegou inclusive a ser forte argumento de vendas de alguns carros.

Atualmente, sistemas como este estão presente em mais da metade dos carros oferecidos no mercado norte-americano. E o sistema, extremamente prático, mostra que existem riscos neste sistema.

O periódico New York Times detalha em matéria a existência de 28 mortes, além de 45 outras pessoas com algum tipo problema por exposição ao monóxido de carbono emitido pelo escapamento dos carros equipados com tal sistema.

Existe, claro, uma característica bem peculiar nos USA, que são garagens fechadas. E apesar dos carros emitirem bipes de alerta quando saímos do carro com a chave presencial no bolso, muitos ignoram o aviso e esquecem o motor do carro funcionando. Estes bipes se tornaram mandatórios em 2006, pela NHTSA.

Em 2011 a SAE propôs a NHTSA a implementação de medidas de segurança complementares, com mais alertas sonoros, visuais e um sistema que desligue o motor após algum tempo.