terça-feira, 29 de maio de 2018

A Nissan em busca de novas estratégias na America do Norte

Em 01 de maio passado, a Nissan possuía estoques de 88 dias de vendas, relativamente alto, num setor que trabalha com cerca de 70 dias de estoques nos USA. Para efeito de comparação, é o dobro do que a Subaru trabalha, e mais do FCA e Ford trabalham.

De acordo com a Nikkei Asian Review, a decisão de diminuir a produção já está em curso nas duas plantas da montadora nos USA e em 3 plantas no México. Felizmente, não se fala em demissões de mão-de-obra, mas trabalhadores talvez acabem tendo de contar com um ou dois dias a mais de folga por semana.

O mês de abril de cada é quando se inicia o ano fiscal das empresas japonesas, e foi quando a Nissan implementou a decisão de diminuir os descontos e diminuir a venda a frotistas, na busca de melhor lucratividade, fazendo a marca cair 28% nas vendas comparadas com o mesmo mês do ano anterior.

E a matriz já determinou a Nissan USA para elevar o valor da marca e lucratividade na região. Os dias em que a Nissan buscava ganhar vendas e Market share, pelo menos por agora, são coisa do passado.